download (1)Brasília, 29 de janeiro – O ministro da Fazenda, Nelson Barbosa, em apresentação aos integrantes do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social, o Conselhão, defendeu nesta quarta-feira (28/01) a expansão do crédito para estimular a economia com um pacote de R$ 83 bilhões.

O conjunto de sete medidas inclui ações como a retomada de linha de pré-custeio do Banco do Brasil, a aplicação de recursos do FGTS em CRI e em infraestrutura, reabertura de linha de capital de giro do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e aumento do prazo máximo e redução da taxa de juros para a linha de crédito para pré-embarque, de acordo com a apresentação de Barbosa feita durante o Conselhão. O valor do montante foi inflado na última hora. Até ontem, o valor estimado desse pacote estava próximo em R$ 60 bilhões.
O governo também resolveu dar mais importância ao setor externo, algo negligenciado nos últimos ano pelo governo e que só vem mudando graças à desvalorização cambial. “Vamos manter uma politica de comércio exterior agressiva para abrir mais oportunidades às nossas exportações”, afirmou a presidente Dilma Rousseff, em seu discurso de encerramento.